fbpx

A crise do coronavírus atingiu toda população mundial, causando grandes estragos em termos financeiros para empresários.

No Brasil não é diferente, atualmente quatro em cada dez empresas já fecharam as portas por não aguentarem o impacto das medidas de isolamento social, enquanto outras ainda lutam para manter seu negócio aberto.

Por conta disso, confira o checklist completo de como ter seu negócio à prova de crise, mantendo seu empreendimento rentável mesmo com a atual situação no país.

Na crise, planeje

Estratégia é fundamental durante uma crise, e para isso cada empreendimento deve ter conhecimento de todas situações que estão sendo enfrentadas durante a pandemia, seja por problemas com fornecedores ou problemas com funcionários.

Deve-se realizar um planejamento com diversos cenários, otimistas e pessimistas, considerando todos fatores enfrentados e os que ainda podem chegar à empresa.

Nesse planejamento é necessário realizar diversas simulações, dos piores aos melhores casos.

Realizando essas simulações, não haverá surpresa, e também já estará pronta uma solução para combater o problema.

Na crise, inove

Com todas as medidas de isolamento social sendo tomadas para manter a segurança da população, é necessário que os empreendimentos tragam soluções temporárias a seus negócios.

É necessário ter criatividade para sobreviver à crise, e algumas opções podem ser tomadas:

Mulher vendendo online para superar a crise

Vendas online

Caso o empreendimento seja focado em vendas, é necessário expandir seu negócio para a Internet.

Atualmente, tanto empresários quanto pessoas físicas desejam se manter em segurança, e desse modo, não há nada mais seguro do que comprar sem sair de casa.

As vendas online podem trazer diversos benefícios ao seu negócio, expandindo seu empreendimento aonde ele sequer podia atingir antes, como por exemplo:

O empreendimento não está apenas no bairro: com a Internet, é possível fazer o negócio chegar em diversas localidades, como outras cidades, estados e até diferentes países.

Alcance maior: assim como é possível chegar em diversas localidades, também terá um alcance maior ao seu público-alvo;

Caso o empreendimento já tenha redes sociais e não tenha grande retorno, é necessário investimento em capacitação focada em Marketing Digital.

Além disso, as vendas online trazem um novo método de entrega que grande parte das pessoas amam: o delivery.

O serviço de entrega em domicílio não é somente para ramos alimentícios, e pode ser adequado ao seu negócio nessa época de crise.

A nova forma de lidar com as vendas deve ser focado em ganhar espaço em um local que não era tão conhecido ou explorado antes, e assim compensar possíveis faltas de vendas do seu negócio.

Relacionamento com o cliente

O relacionamento com o cliente de cada empreendimento deverá ser inovado durante a crise, utilizando alguns métodos:

  • WhatsApp Business: o aplicativo permite que você continue atendendo seus clientes a distância, além de informar seu catálogo de produtos e criar mensagens automáticas, que serão enviadas automaticamente quando um cliente chamar.
  • Redes sociais: através das redes sociais, é possível se comunicar melhor com seus clientes e também anunciar promoções e descontos utilizando produtos que estão em estoque há muito tempo, isso também pode chamar a atenção do seu público-alvo.
  • Ligações por vídeo: caso o empreendimento necessite realizar uma reunião ou consultaria a um cliente, é recomendado utilizar também mídias sociais que permitem as ligações por vídeo, como Hangout, Duo e Skype.

Relacionamento com funcionários

Assim como clientes são vitais para o empreendimento, funcionários são essenciais para a empresa funcionar bem.

Considere o cargo dos funcionários, e caso seja possível os libere para trabalhar home office.

Não é necessária uma aglomeração de funcionários, ainda mais quando se tratam de pequenas e médias empresas.

Caso seja necessário reuniões de equipe, é recomendado utilizar as mídias sociais que permitem a ligação por vídeo, como o Hangout, Duo e Skype.

Além disso, para organização da equipe e suas tarefas, podem ser utilizados os seguintes sites:

  • Trello;
  • Asana;
  • JIRA;
  • Breeze;
  • Evernote.

Ter um bom relacionamento com os funcionários é essencial para que não haja conflitos no futuro, e como foi mostrado, é possível manter a organização nas equipes através da Internet também.

Na crise, negocie

Empreendedora negociando com os fornecedores para superar a crise.

Ter uma boa administração é vital para qualquer empreendimento, e o negócio à prova de crise deve sempre se prevenir.

Antecipar o contato com fornecedores para negociar despesas é uma ótima opção para se prevenir.

Além disso, evitar despesas desnecessárias é obrigatório nessa época de pandemia, visto que não há uma data de retorno para os negócios.

Caso o empreendimento tenha despesas bancárias, é necessário buscar um prazo maior para o pagamento das dívidas, evitando problemas maiores no futuro.

Em caso de falta de recursos, é possível buscar crédito junto a entidades financeiras ou com programas de apoio oferecidos pelo governo.

A comunicação honesta é essencial durante a negociação, uma vez que ambas as partes podem estar sofrendo com a crise.

Ser aberto a respeito do quanto é possível pagar ou a possibilidade de parcelamento devem ser levadas em conta em toda negociação.

À prova de crises, à prova de tudo

Ainda que o empreendimento esteja sofrendo com a pandemia, é possível reverter a situação com ajuda do governo, ou às vezes um simples investimento em marketing pode alavancar as vendas do negócio.

O investimento em marketing não precisa ser caro, caso a estratégia de vendas da empresa já esteja consolidada.

Além disso, inovar durante uma crise não é uma tarefa considerada fácil, mas é possível.

A inovação no empreendimento pode trazer diversos benefícios até mesmo após o fim da pandemia do coronavírus.

Com o checklist completo, é possível reverter a situação de uma empresa, seja na área de vendas ou de negociações.

Saber o que o empreendimento está enfrentando é o primeiro passo para conseguir planejar corretamente como enfrentar o mercado atual de isolamento social.

Após o planejamento, será possível realizar as inovações necessárias, como o delivery, as vendas e o contato com o cliente.

Já na área das negociações, é necessário se aprofundar sobre programas de auxílio a empresas durante a pandemia, e cuidar a comunicação com fornecedores ou outras pessoas atingidas pela sua empresa neste momento.

Por fim, cuidar o bem-estar de funcionários é essencial, os dispensando do trabalho presencial quando possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Ficou com dúvida? Converse comigo!
%d blogueiros gostam disto: